Mais um que nada tem a ver com nada

O director-geral do instituto Regulador da Construção Civil e obras Públicas (iRCCoP), Luís Filipe, disse ontem que a província do Bié tem em actividade 203 empresas de construção civil sem licença.

Apenas 33 empresas de construção civil estão a exercer a actividade de forma legal na província. Cá postos, a pergunta é simples: por que éque estão a operar, se até são conhecidas e devidamente contadas?

Há, realmente, uma falta de autoridade no nosso Estado que é quase anedótica. Ele, este director, ao revelar tal situação, espera que alguém aja? o que foi que fez? Se é contra a sua vontade que as empresas operem, o que faz ainda na função? Quanto movimentam tais empresas, em dinheiro dos cidadãos e eventualmente do Estado? As suas obras são fiscalizadas e têm qualidade? Há, realmente, com cada uma…

error: Content is protected !!