Nove feridos em duplo atentado suicida contra a Polícia na capital da Tunísia

Testemunhas dizem que um bombista suicida accionou os explosivos próximo de um veículo da Polícia, a alguns metros da embaixada de França na capital tunisina. Segunda explosão próximo da sede da brigada anti-terrorista.

Pelo menos dois polícias e três civis terão ficado feridos num atentado suicida contra uma patrulha da Polícia no centro de Tunes, ontem, segundo os dados avançados pelo Ministério do Interior tunisino. Uma segunda explosão, junto à sede da Brigada Anti-terrorista em El Gorjani, terá causado mais quatro feridos. Segundo testemunhas, o bombista terá accionado os explosivos junto ao veículo da Polícia, próximo da embaixada de França.

Falava-se ainda que um outro kamikaze teria fugido, não sendo ainda claro se estará na origem da segunda explosão ou ainda em fuga. O bombista suicida que atacou a sede da Brigada Anti-terrorista terá tentado entrar no edifício, sem sucesso, fazendo-se explodir quando um veículo policial saía da garagem.

O ataque contra a patrulha da Polícia ocorreu na rua Charles de Gaulle, próximo da avenida Habib-Bourguiba, que a 29 de Outubro do ano passado também já tinha sido palco de um atentado. Este fez 20 feridos, entre os quais 15 polícias. Em 2015, dúzias de pessoas morreram em vários ataques terroristas, incluindo dois contra turistas – um contra o museu do Bardo, na capital, que fez 22 mortos e outro contra uma praia em Sousse, que matou mais 38. O Estado Islâmico reivindicou os ataques.

error: Content is protected !!