BNA valida aplicativo de gestão de microcrédito

O semanário angolano “Mercado” anuncia, na sua edição de 28 de Junho, que cerca de três dezenas de empresas e clientes individuais estão já a utilizar o EMICRED, segundo o director da Tsofts, Joaquim Tchana. O gestor detalha que os clientes podem recorrer ao uso de uma das duas variantes do EMICRED, designadamente para o crédito particular e para negócios.

Desenvolvido para contrapor a prática de recurso ao estrangeiro para a aquisição de softwares dessa natureza, com os elevados custos daí resultantes, o EMICRED permite fazer simulações de crédito, bem como a análise da viabilidade e gestão de riscos. Por outro lado, monitoriza continuamente os períodos de reembolso e visualiza em cada momento o estágio de concessão do microcrédito, assim como elabora relatórios.

No mercado desde 2010, a empresa Softs está igualmente a desenvolver um programa de contabilidade compatível com o eMICRED, este último que, igualmente, poderá ser exportado para Moçambique. A empresa criou já programas de gestão de desempenho, gestão de vendas, para além de projectos de software para os sectores da saúde e gestão urbana.