Circuito Internacional de Teatro aberto com monólogo adaptado da obra de Guimarães Rosa

Circuito Internacional de Teatro aberto com monólogo adaptado da obra de Guimarães Rosa

Um monólogo, adaptado da obra do escritor brasileiro Guimarães Rosa, com o título “A Terceira Margem do Rio”, interpretado pelo actor Renato Touzpin, abriu Sábado, em Luanda, a IV Edição do Circuito Internacional de Teatro. O solilóquio retratou a vida de um filho que aguarda pelo regresso do seu pai e este não aparece. O filho busca no seu imaginário um mundo vivido por vicissitudes, falta de afecto paterno e a convivência com sua mãe e irmã.

No final da peça, o actor brasileiro Renato Touzpin disse que a sua participação no Circuito Internacional de Teatro representa uma oportunidade para o fortalecimento do intercâmbio cultural com os outros participantes na actividade. Considerou a literatura e o teatro instrumentos de aproximação entre os povos, por ajudarem a conhecer os hábitos e costumes de determinadas populações.

O evento, promovido pela empresa angolana “Cultura para Todos”, conta com a participação de 47 grupos, de Angola, Moçambique, Brasil, Portugal, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe. O Circuito Internacional de Teatro, que decorre nas instalações da Liga Nacional Africana, tem o objectivo de promover e dinamizar a actividade cultural. As anteriores edições do Circuito Internacional de Teatro aconteceram em 2016, 2017 e 2018.