Carta do leitor: Fiscalizar o PIIM

CARTA DO LEITOR

POR: Lemos Ganga Luanda

Nos últimos dias do mês de Junho foi lançado no país uma ferramenta política que vem soando muito alto na imprensa, quer pública quer privada.Refiro-me, pois, ao programa ou plano de intervenção integrado nos municípios. Nos dizeres, nos papéis, ou seja, no imaginário dos angolanos tudo bem. Até parece que o PIIM irá permitir que as crianças tenham leite e pão mesmo sem esforços dos progenitores ou que as coisas já estão a acontecer, alimentando sonhos de que é desta vez que vamos deixar de comer o verde, pois o maduro está à espreita, ou ainda ter os candengues a estudar o ano todo sem que, no entanto, se tire do bolso o que deveria ser poupança. Na verdade, estou muito preocupado com os gestores que, de certa forma, irão gerir estes dinheiros que são nossos. Acho que o Executivo deveria definir melhor os mecanismos de se fiscalizar estes investimentos, sob pena de cair em sacos que a esta hora estão abertos, face à fúria e sede dos que passam o tempo a mudar de modus operandi do roubo do dinheiro público. Se não sabemos de concreto quais os projectos que serão executados no âmbito do PIIM nos nossos municípios, como saberemos o nível da sua eficiência e eficácia? Como poderemos acompanhar a sua implementação nos nossos municípios? Como saberemos se o que será feito, na verdade corresponderá àquilo que estará no plano?

 

 

error: Content is protected !!