Nigéria assinará acordo de livre comércio de África

A Nigéria vai assinar um acordo de livre comércio para a África na próxima cúpula da União Africana, de acordo com um comunicado publicado no Twitter na terça-feira.

A Nigéria, a maior economia do continente, foi um dos últimos países que não se comprometeram a assinar o acordo e sua decisão de aderir ao bloco aumentará significativamente sua influência.

O Acordo de Livre Comércio Continental Africano (AfCFTA) visa eliminar as tarifas entre os estados membros, criando um mercado de 1,2 bilhões de pessoas com um PIB combinado de mais de US $ 2,2 trilhões. Para além da Nigéria, apenas a Eritreia e o Benim optaram por não aderir à zona. O presidente Muhammadu Buhari expressou preocupação de que poderia permitir que os países vizinhos inundassem a Nigéria com produtos de baixo preço, e confundir os esforços para incentivar a produção local moribunda e expandir a agricultura.

Mas um painel criado para avaliar o impacto da adesão ao bloco recomendado na semana passada pelo presidente “deve considerar a adesão”. “Nossa posição é muito simples, apoiamos o livre comércio desde que seja justo e conduzido de forma eqüitativa”, disse Buhari, segundo o Twitter. Acrescentou que a Nigéria assinaria o acordo em uma próxima cúpula da União Africana em Niamey, no Níger. O acordo com os outros signatários entrou em vigor em 30 de maio.

error: Content is protected !!