Angola participa no 6º Exame Global de ajuda para o comércio na Suíça

O programa tem por objectivo facilitar o comércio dos países em desenvolvimento, especialmente os países menos avançados, a partir da garantia de inserção do comércio nos planos de desenvolvimento nacionais

Uma delegação angolana, constituída por membros do Ministério do Comércio, participou desde Quarta- feira no 6º Exame Global de ajuda para o comércio, que terminou ontem em Genebra, Suíça. Segundo uma nota do Ministério do Comércio a que o PAÍS teve acesso, a reunião decorreu com o tema central “Apoiar a Diversificação e o Empoderamento Económico para o Desenvolvimento Inclusivo e Sustentável através da Ajuda para o Comércio – Aid for Trade” Entre vários aspectos, o 6º Exame Global de Ajuda para o Comércio teve como objectivo discutir e analisar a forma como o programa tem apoiado a diversificação económica e o empoderamento das mulheres e dos jovens no processo de elaboração e execução de políticas conducentes ao desenvolvimento sustentável.

De acordo com o documento, foram igualmente analisadas questões relacionadas aos constrangimentos encontrados pelos países em desenvolvimento no que toca a sustentabilidade das infra-estruturas e a interligação entre a oferta e a demanda nos mercados.

As discussões foram divididas em diferentes formatos desde sessões, mesas redondas assim como reuniões de alto nível sobre temas chaves do Exame Global. Houve também um formato de mesas redondas interactivas, com destaque para a participação do primeiro-ministro de Cambodja, o secretário-geral da Organização

Mundial do Comércio (OMC) e o secretário- geral da CNUCED. Participaram do evento todas as delegações provenientes dos 164 Países membros da OMC e integraram a delegação angolana, os ministérios da Economia e Planeamento e o da Indústria.

O programa Ajuda para o Comércio foi lançado pela Organização Mundial do Comércio em Dezembro de 2005 na Conferência Ministerial de Hong Kong. A delegação angolana esteve constituída pelo director do gabinete de intercâmbio do Ministério do Comércio, Rui Livramento, director nacional do comércio interno e serviços mercantis, Estêves Chaves, e o consultor do secretário de Estado do comércio, Assunção Pereira.

error: Content is protected !!