Ministro Maiato garante execução do PAPE

Ministro Maiato garante execução do PAPE

A garantia foi avançada à imprensa, no Cuito, pelo ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), Jesus Maiato, durante a sua recente visita à província do Bié. O governante sublinhou que o PAPE tem agora eficácia com a sua efectivação, visando criar e absorver o sector produtivo da economia e não pela Administração Pública como acontece actualmente. Para tal, assegurou, a nível do MAPTSS é lançado este mês de Julho o Programa de Apoio ao Crédito (PAC), tendente a dar mais apoios aos jovens e enveredar no fomento do empreendedorismo, por intérmedio também da distribuição de kits profissionais em todo o país.

O PAPE é financiado pelo Orçamento Geral do Estado (OGE) e pelo Fundo de Petróleo. Pretende apoiar também os empreendedores já estabelecidos e os emergentes, bem como formar jovens nos domínios técnico- profissional e de gestão de pequenos negócios. Deve contribuir para o processo de promoção da inclusão financeira, fiscal e social dos jovens, além de fomentar o cooperativismo e o associativismo juvenil. Contribuir para a melhoria do rendimento familiar e, consequentemente, para o crescimento e o desenvolvimento sócio-económico do país, e os combates à fome e à pobreza são outros dos objectivos do PAPE.

O Programa vai ser desenvolvido em todo o território nacional durante três anos. O acompanhamento e avaliação das acções realizadas e do impacto na comunidade é da responsabilidade do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), envolvendo os demais sectores. Com isto, perto de 83 mil e 500 jovens são directa e preferencialmente abrangidos pelo PAPE, incluindo 12 mil outros capacitados nos domínios do empreendedorismo e gestão de negócios.