Eduardo Paim, Lutchiana, Walter e Nicol Ananás saem ilesos de acidente aparatoso

Os integrantes da comitiva regressavam da cidade de Mbanza Kongo, onde actuaram Segunda-feira, 8, na primeira edição do Festikongo, que juntou artistas nacionais, congoleses democráticos e gaboneses na província do Zaire

Três foram as vezes que capotou a viatura de marca Lexus em que seguiam os artistas Eduardo Paim, Lutchiana Mobulu, Walter e Nicol Ananás e mais três cidadãos, ontem, no troço Nzeto/Luanda. Todos saíram ilesos.

Um pneu traseiro da viatura estoirou, o do lado direito, e esta capotou a sensivelmente 200 quilómetros de  Luanda, tendo danificado o vidro frontal e o lateral (do motorista), e provocado ainda a destruição dos retrovisores, faróis e outros danos por avaliar. Os artistas regressavam da cidade de Mbanza Kongo, onde actuaram na Segunda-feira, na primeira edição do Festikongo, que juntou artistas nacionais, congoleses democráticos e gaboneses na província do Zaire.

A equipa de repórteres de OPAÍS apurou no local que para além dos músicos acima citados, seguiam na viatura o cidadão conhecido por Pop Show, Cláudio Pleya (agente de Eduardo Paim) e uma amiga da equipa identificada por Moira Ferreira. Ao volante estava Eduardo Paim, ladeado por Lutchiana.

Os irmão Walter e Nicol Ananás e os restantes integrantes da comitiva encontravam-se nos bancos traseiros. Os músicos foram assistidos no local e regressaram a Luanda. O espectáculo festejou a elevação da capital da província do Zaire a património mundial da Unesco, a 8 de Julho de 2017.

Uma inscrição do centro histórico que levou precisamente a que a organização internacional fizesse uma série de recomendações, nomeadamente a da realização deste evento. O Festival Internacional de Cultura e artes decorreu em dois municípios (Mbanza Kongo e Soyo), na província do Zaire, de 5 a 8 deste mês.

 

leave a reply