II edição da Expo Nacional do Criador valoriza trabalho de estilistas angolanos

Depois do balanço positivo feito no ano passado sobre a I edição da Expo Nacional do Criador, o Belas Shopping e a Hadja Models realizam desde Segunda-feira, 8, a II edição do evento, que estender-se-á até ao dia 28 do corrente mês, nas instalações do Belas Shopping, em Talatona

Trata-se de uma exposição de artigos de moda criados por estilistas nacionais em que se destaca o eclecticismo de uma arte em constante crescimento. Nesta colecção é possível observar comprimentos assimétricos e peças com movimento e volume, o que traduz o estilo de um público contemporâneo.

O design e a qualidade das criações preenchem uma lacuna entre as marcas de luxo e o fast-fashion (moda rápida). Com o tema “Angola Sensations”, esta edição contará com a participação das estilistas, Nadir Tati, Hassie Oliveira (Hava), Iracema Matias (Regarde Moi), Márcia Ferrandez (Cinco Cores), Ananírcia (Atelier Wiltic), responsável pelo vestido de casamento de Edusa Chindecasse, Joana Rocha, Rolanda Pereira e We Rock, esta última, um novo talento. Com colecções autorais e um processo criativo muito pessoal, as estilistas apresentam conjuntos inovadores, com uma carga emocional muito forte, onde a junção de materiais, estampas, modelagens femininas e masculinas se misturam. Sobre o evento, Nadir Tati, realça que pretendem apresentar colecções com raízes de alta-costura para redefinir o luxo e o estilo com propostas de preços acessíveis, onde há um intercâmbio maior entre nós estilistas. “O que nos permite perceber melhor esta nova geração de consumidores, mais versátil e ultra moderna”.

Já, Hadjalmar El Vaim, um dos organizadores da Expo Nacional do Criador, refere que o que se pretende com a Expo Nacional do Criador é que valorizar as peças de roupa, acessórios e calçados que têm na sua etiqueta a especificação que é feita em Angola.

Hadja salienta ainda que se deve olhar com mais respeito e carinho para os empreendedores e as pequenas empresas do país, que produzem localmente e em menor escala, mas pautando sempre pela melhor qualidade e depositando muito amor naquilo que produzem.

Um outro valor que o CEO da Hadja Models atribui ao evento tem a ver com o facto de facilitar os estilistas no comércio das suas obras, uma vez que quase sempre queixam-se da pouca venda. “Eles mostram a colecção, mas depois não conseguem vender. Vão às televisões, e isso muitas vezes isso não se resume em venda, acaba por ser só fama, visibilidade, prestígio”, disse Hadja, acrescentando que a Expo Nacional dos Criadores vem dar esta oportunidade aos criadores de poderem vender as suas marcas.

error: Content is protected !!