MPLA na Huíla quer militantes mais esclarecidos sobre as autarquias

O primeiro secretário provincial do MPLA na Huíla, Luís da Fonseca Nunes, defendeu a necessidade dos membros do Comité Provincial aprofundarem os seus conhecimentos sobre autarquias para melhor responderem aos desafios que o processo autárquico impõe. O político, que fez o apelo num encontro com os membros do Comité Municipal do Lubango, secretários dos comités comunais e de bairro, disse que, para o MPLA continuar a liderar o processo político no país, é necessário que os militantes estejam unidos em prol dos objectivos do partido. Segundo Luís da Fonseca Nunes, o MPLA está perante um “grande desafio”, numa referência às eleições autárquicas que o país realiza pela primeira vez em 2020, pelo que tem que correr atrás. Luís da Fonseca Nunes Informou que o município do Lubango está já a indicar futuros candidatos às estruturas das autarquias, tendo alertado para a necessidade de se escolher pessoas que mereçam essa confiança. Até 2020, o município do Lubango (Huíla) espera ter nas suas fileiras 200 mil militantes, contrapondo os actuais 67 mil e sete registados.

error: Content is protected !!