Queremos mais segurança

CARTA DO LEITOR

Ilustre director do jornal O PAÍS, desjo-lhe bom dia de trabalho. Mas, confesso que fiquei chocado com o assassinato do ex-atleta do Petro de Luanda e da Selecção Nacional, Chinho, ocorrido nesta Segunda-feira, no Bairro Sapu, em Luanda.

Por razões ainda desconhecidas, vários disparos de arma de fogo, feitos por cidadãos desconhecidos tiraram a vida daquele que já tinha sido um craque. Com isso, peço que a Polícia Nacional seja mais actuante naquela zona, aliás, não é o primeiro caso.

Peço que a nossa Polícia Nacional tenha mais atenção e deve criar condições para seguir o rasto desses meliantes. A Polícia Nacional, com uma relativa escassez, tem meios capazes de dar resposta aos crimes cometidos em Luanda e um pouco por todo o país. Quando não se esclarece, oscidadãos são tomados pelo medo e na via pública não nos sentimos seguros. Paz à alma do Chinho e que justiça seja feita para se acabar com este tipo de práticas no país, queremos mais segurança.

Noé Buta Kilamba,

Luanda

error: Content is protected !!