Saúde e agricultura de Malange atraem investidores sul-coreanos

O país asiático manifestou a disponibilidade de fornecer equipamentos médicos e hospitalares para as principais unidades sanitárias locais, assim como ajudar na manutenção dos mesmos. Nas terras da Palanca Negra Gigante trabalham actualmente 12 médicos sul-coreanos

 

Por: Miguel José, em Malanje

O embaixador extraordinário e plenipotenciário da Coreia do Sul, Jó Pyong Shol, manifestou nesta Terça-feira, 9, a possibilidade de empresários do seu país investirem nas áreas da saúde e da agricultura no âmbito da cooperação entre Angola e o país asiático. Durante um encontro com o governador Norberto dos Santos “Kwata-Kanawa”, decorrido nesta cidade, o diplomata sul-coreano disse que a localização geográfica de Malanje é um ponto estratégico de interligação Norte- Leste, que poderá proporcionar um bom plano de desenvolvimento económico e social para o país.

No âmbito da saúde, Jó Pyong Shol disse que o Governo do seu país vai continuar a apoiar a cooperação bilateral entre os dois países, com reforço de mais médicos especializados em diversas áreas clínicas para a cobertura dos principais hospitais da província, juntando-se ao esforço desenvolvido por 12 médicos deste país que já trabalham nas terras da Palanca Negra Gigante. Os 12 médicos da Coreia do Sul actualmente prestam serviço de atendimento aos pacientes nos diversos espaços hospitalares.

O embaixador manifestou a disponibilidade de fornecer equipamentos médicos e hospitalares para as principais unidades sanitárias locais, assim como ajudar na manutenção dos mesmos. Sobre a agricultura, o embaixador da Coreia referiu que, embora o seu país não tenha condições de proceder à financiamentos, contudo, se mostra disponível em trazer especialistas vocacionados em agro-pecuária para fortalecer o processo de desenvolvimento económico que Angola precisa.

leave a reply