Governantes militares do Sudão falam em tentativa de golpe frustrada

Governantes militares do Sudão disseram na Quinta-feira que vários polícias tentaram um golpe num esforço para minar um acordo entre os militares e a Oposição para partilhar o poder por três anos

O golpe frustrado teria envolvido vários oficiais aposentados e oficiais ainda em serviço, disse Jamal Omar Ibrahim, chefe do Comité de segurança do Conselho Militar de Transição à TV sudanesa. Ele acrescentou que 12 foram presos e quatro detidos por ligação ao golpe frustrado.

O conselho militar e uma coligação da oposição e grupos de protesto concordaram provisoriamente, na semana passada, em dividir o poder por três anos, levando milhares às ruas, para dar um primeiro passo para o fim de décadas de ditadura. O acordo resgatou as esperanças numa transição pacífica do poder num país atormentado por conflitos internos e anos de crise económica que ajudaram a desencadear meses de protestos que acabaram com o Governo de 30 anos de Omar al-Bashir em Abril.

O acordo ainda não foi finalizado e assinado. As relações entre o conselho militar que derrubou Bashir num golpe e a aliança de oposição Forças pela Liberdade e Mudança desabaram quando as forças de segurança mataram dezenas de pessoas, mas depois de grandes protestos contra os militares, mediadores africanos negociaram um novo acordo.

error: Content is protected !!