João Lourenço augura dias melhores nos Grandes Lagos

O Presidente da República, João Lourenço, manifestou- se esperançado em dias melhores na região dos Grandes Lagos, com os esforços no sentido de erradicar o fenómeno dos grupos armados na República Democrática do Congo (RDC), que criam instabilidade na região. Na abertura da cimeira quadripartida, que juntou os países de Angola, RDC, Rwanda e Uganda, e que Luanda albergou nesta Sexta-feira, 12, o Chefe de Estado angolano explicou que um dos objectivos era traçar estratégias para a estabilidade política na região. “Muitos dos problemas nesta sub-região poderão conhecer dias melhores”, disse o Presidente Lourenço, tendo referido o alargamento da cimeira com a presença do Presidente do Uganda, Yoweri Museveni. Angola e o Rwanda no mês passado resolveram juntar-se à República Democrática do Congo, nos esforços para pôr termo aos grupos armados congoleses e estrangeiros que actuam na RDC. A informação desta estratégia foi tornada pública, em Kinshasa, capital congolesa, aquando da minicimeira que reuniu os chefes de Estado de Angola, João Lourenço, do Rwanda, Paul Kagamé e Félix Tshisekedi da RDC.