Leilão de artes domina gala solidária do GPL

uma peça de artes plásticas de autoria de Guillherme Mampuya (Abracemos os fracos) e uma escultura de Mpambukidi Nlunfi di (união) dominaram a gala de benefi cência do Governo Provincial de Luanda (GPL) a favor das vítimas da seca na região Sul de Angola

Com objectivo estritamente solidário, as obras “Abracemos os fracos” e “União”, dos artistas Guillherme Mampuya e Mpambukidi Nlunfi di, foram arrecadadas por dois empresários, um estrangeiro (Mohamade Lamine Abdallhi) e uma angolana (Aurora Lopes), no valor total de seis milhões e 300 mil Kwanzas, na noite de Quinta-feira. Mohamade Lamine Abdallhi licitou a obra “Abracemos os fracos” de Mampuya, enquanto Aurora Lopes fi cou com a escultura “União”, de Mpambukidi Nlunfi – di.

As receitas vão ser aplicadas a favor das vítimas da seca na região Sul, concretamente para localidades do Cuando Cubango, Namibe, Huíla e Cunene). Na ocasião, o governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova Joaquim, o promotor dainiciativa, agradeceu o gesto de todos os citadinos da capital angolana que, através da acção “Luanda Solidária”, ajudaram a minimizar os problemas que afectam os angolanos no Sul do país.

A empreitada, iniciada a 11 de Junho, culminou com a gala benefi cente precisamente um mês depois, em que foi possível arrecadar cerca de 500 toneladas de bens diversos, bem como valores monetários cujos montantes serão anunciados na próxima semana em conferência de imprensa. Por outro lado, a gala benefi cente do GPL contou com outros momentos de cultura e recreação, em que se puderam ver as bessanganas (senhoras com traje tipo de Luanda) a vender produtos do campo, designadamente frutas e hortícolas, a simbolizar esta prática secular luandense.

A música foi outro elemento cultural, com Érica Nelumba a abrir as hostilidades. Lumony um outro talento angolano, emprestou também a sua voz à causa solidária do GPL, que também viu brilhar no mesmo palco a cantora Pérola. Kyaku Kyadaff e Yola Semedo foram outras vozes solidárias que se juntaram ao projecto, e, com os seus temas mais badalados, animaram a plateia, que, além de qualquer momento festivo, tinha noção da causa pela qual era vivido o momento.

error: Content is protected !!