Carta do leitor: Portugal não pode ser opção…

POR: João Quintas, Luena

Estimado director do jornal O PAÍS , antes de mais, desejo-lhe saúde, paz e amor nos seus afazeres. Sou adepto do 1º de Agosto e escrevo da cidade do Luena, província do Moxico, para felicitar a direcção do clube e o atleta Show, que está a caminho do Lille de França. É verdade. É uma vitória para o clube fundado em 1977 e para o desporto angolano. A sua ida para o futebol francês deve-se a várias razões, uma delas é a forma como se bateu na Liga dos Clubes Campeões Africanos em 2018 e também a forma como jogou no CAN 2019 do Egipto, com a camisola da Selecção Nacional. O trinco angolano merece, porém tem muito talento, fez uma grande dupla com Herenilson do Petro de Luanda no meio campo dos Palancas. Por isso, peço à direcção do meu clube, o 1º de Agosto, para não enviar mais jogador a Portugal, juro mesmo, alí os nossos irmãos, atletas, não vão evoluir. Por isso, há outras paragens, basta ver os outros irmãos africanos, evoluem em muitos pontos da Europa, Portugal, normalmente, fica em terceiro ou quarto plano. O Gelson Dala, pelo que faz, se fosse em França, iria longe.

error: Content is protected !!