Turquia pretende reforçar o nível de cooperação com Angola

As boas relações existentes entre Angola e a Turquia ainda estão longe de um nível satisfatório, mas os governos dos dois países têm uma visão comum e vêem-se, um ao outro, como um potencial parceiro estratégico

O embaixador da Turquia em Angola, Alp Aly, disse ontem, em Luanda, que Angola é uma potência crescente em África, decorrente da sua forte liderança política, história e política externa activa, equilibrada com o seu grande potencial económico e social.

O diplomata fez esta afirmação em conferência de imprensa, realizada sob o lema “Nova era na Turquia após a tentativa de golpe de Estado e aspectos políticos, económicos e das relações entre a Turquia e Angola”, por ocasião da celebração do terceiro aniversário da tentativa de golpe de Estado, de 15 de Julho. “Hoje é um dia de importante significado para o meu país. O 15 de Julho é o dia da Unidade Nacional e Democracia na Turquia”, afirmou o embaixador, que explicou ter havido uma tentativa de golpe com o objectivo de derrubar o governo legítimo e destruir o regime democrático. Apontou o dedo acusador à organização terrorista “FETO”, liderada alegadamente por Fettullah Gulen, radicado nos Estados Unidos da América, mas este sempre recusou a sua participação neste fracassado golpe.

Luta contra o terrorismo

Alp Aly disse, por outro lado, acreditar que Angola será o seu parceiro forte no desafio global da luta contra o terrorismo, justificando que os dois países, à luz das suas histórias em geografias distantes, “estão a defender princípios conjuntos como a importância da soberania nacional, a integridade territorial, a cooperação e a solidariedade internacional”, disse.

Visita do PR à Turquia

Durante a conferência, o diplomata turco anunciou que o seu país está a preparar-se para receber condignamente o Presidente angolano, João Lourenço, que fará uma visita de Estado àquele país, em data a anunciar. Disse também que Angola e Turquia estão a trabalhar em mais de 20 acordos de cooperação bilateral, nos domínios do comércio, defesa, justiça, educação, agricultura, cultura e desporto. Afirmou que as boas relações existentes entre a Turquia e Angola estão ainda longe de um nível satisfatório, mas realçou que estão num momento decisivo.

Negócios

Manifestou-se satisfeito com o aumento e o interesse do sector privado turco em colaborar com os seus parceiros angolanos, e acredita que num futuro próximo se ouvirão nomes de importantes empresas turcas em importantes projectos em Angola. Disse ainda que o seu país almeja um outro rumo, não apenas nas relações económicas com Angola, mas também nas culturais e interpessoais, através da ligação directa de pontes aéreas entre Istambul e Luanda.

África parceiro sólido

A Turquia, segundo Alp Aly, tem relações históricas e culturais de longa data com o continente africano, e o reforço destas constitui uma das prioridades da política externa turca. Salientou que o seu país orgulha- se de ser um parceiro sólido do continente africano, e tem estado a respeitar e a defender o princípio das “ soluções africanas para os problemas africanos”, e tem tentado mostrar a sua solidariedade em todos os casos.

error: Content is protected !!