Peritos de Defesa e Segurança da SADC concluem dossiers

Terminou ao princípio da tarde de ontem, 16, no Centro de Convecções de Lulungushi, em Lusaka, a reunirão de peritos do Comité de Defesa e Segurança da SADC

Durante dois dias, técnicos do sector de Defesa e Segurança da Comunidade dos Estados da África Austral (SADC) prepararam os dossiers que serão submetidos à reunião de ministros, prevista para a próxima Sexta-feira,19, na capital zambiana. Para debate e aprovação dos ministros, os peritos listaram como questões centrais, o grau de execução das acções aprovadas na reunião do grupo, realizada em Luanda, em 2018, assim como o relatório balanço, sobre o trabalho e resultados dos gabinetes da SADC, no Lesotho e República Democrática do Congo, criados para apoiar as reformas em cursos naqueles dois estados membros.

A reunião ministerial vai debruçar- se, igualmente, sobre o conteúdo do Protocolo de Livre Circulação dos cidadãos dos países membros, no território da SADC, mediante a criação do Visto Único do Turista. Fontes próximas da reunião sublinharam o relativo impasse, levantado por alguns Estados, que exigem discussões bilaterais directas com a República Democrática do Congo (RDC) como condição para se avançar. A instabilidade reinante naquela região de África, associada aos intensos e irregulares fluxos migratórios, colocam a RDC numa condição muito sensível, do ponto de vista daquilo que são as ideias centrais do Protocolo de Livre Circulação Regional, comentou a nossa fonte.

Por outro lado, continua guardado a sete chaves o parecer do grupo de peritos sobre a proposta do Burundi em aderir à SADC. A nossa fonte disse ainda que, dada a natureza complexa do dossier, mais comentários e decisões apenas haverá na reunião ministerial ou mesmo na cúpula dos chefes de Estados da organização, prevista para Agosto deste ano na Tanzânia. Os peritos de Defesa e Segurança da SADC vão propor aos ministros do Sector a adopção de uma estratégia regional de prevenção e combate ao terrorismo, através de um fluxo maior de informação entre os órgãos especializados na matéria de cada Estado subscritor da aludida estratégia. Hoje, os técnicos voltam aos trabalhos para aprovar o relatório dos trabalhos, documento síntese, que servirá de base para o encontro dos ministros, cuja chegada à capital zambiana está prevista para amanhã Quinta-feira.

error: Content is protected !!