Os nomes e os resultados

O Editorial

É-lhe reconhecido mérito por ter deixado uma impressão positiva no Namibe, onde as crianças aprendem a ler antes de chegarem a 3ª classe. Hoje, nas vestes de secretário de Estado, Pacheco Francisco, que coordena o programa de capacitação de professores (CAPPRI), diz que durante muito tempo se inverteu a pirâmide atirando para o ensino primário os professores menos eficientes. Revela que para além do concurso público em 2018, nos anteriores entraram pessoas por orientação administrativa apenas para se cumprir o prerrogativa do emprego para jovens. Mais detalhes na conversa que se segue

error: Content is protected !!