Deputados do MPLA avaliam situação da seca

uma delegação de cinco deputados do MPLA iniciou ontem, Sábado, no Cuando Cubango, uma visita de três dias para constatação da situação da seca no município do Cuangar, considerada crítica nos últimos meses

Em declarações à imprensa, após a sua chegada à província, o coordenador do grupo parlamentar, João Pinto, fez saber que com a visita pretende-se aferir no terreno as condições sócioeconómicas das vítimas afectadas pela seca naquela localidade fronteiriça com a Namíbia. Explicou que constatada a realidade das vítimas da seca, a finalidade é encontrar soluções imediatas para os casos pontuais e a seu tempo aquelas questões de maior necessidade, tendo em vista o momento actual que se vive nesta província devido à seca.

Segundo avançou, o MPLA está solidário com o sofrimento das vítimas da estiagem e, por isso, vai continuar a envidar esforços no sentido de reduzir o sofrimento desta população, bem como efectuar propostas ao Executivo para mitigar alguns destes problemas.

Consta na agenda de trabalho de três dias, dos parlamentares, a deslocação ao município do Cuangar, uma primeira constatação da actual situação da seca na comuna do Savate e, posteriormente, na comuna do Caila, igualmente desta municipalidade.

Ao nível da província do Cuando Cubango, mais de 70 famílias camponesas estão assoladas pela seca, perfazendo mais de 300 mil pessoas, a par da população bovina e suína que está igualmente afectada pelo fenómeno. O Cuando-Cubango é uma das 18 províncias de Angola, localizada na região Leste do país.

Tem como capital a cidade e município de Menongue, antiga Serpa Pinto. Segundo as projeções populacionais de 2018, elaboradas pelo Instituto Nacional de Estatística, conta com uma população de 601.454 habitantes e com uma dimensão de 199 049 quilómetros quadrados.É constituída pelos municípios de Calai, Cuangar, Cuchi, Cuito Cuanavale, Dirico, Mavinga, Menongue, Nancova e Rivungo.

error: Content is protected !!