O Produto Interno Bruto contraiu 0,4% em termos homólogos no Iº Trimestre de 2019

Espaço Angola Economia Real

O Produto Interno Bruto contraiu 0,4% em termos homólogos no Iº Trimestre de 2019. O desempenho representa uma melhoria de 2,1 p.p. se comparado ao mesmo período de 2018, porém um agravamento face ao crescimento de 2,6% apurado no último trimestre de 2018.

Mercado Monetário • O Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) fi xou-se em 247,5 pontos em Junho. O nível representa uma variação mensal e homóloga de 1,08% e 16,94%, uma aceleração de 0,18 p.p. e 2,58 p.p., respectivamente, face a Junho de 2018. A infl ação acumulada situou-se em 6,67%. • O Índice de Preços Grossista (IPG) registou variação homóloga de 17,08% em Junho. A variação representa uma aceleração de 1,14 p.p., face ao mesmo período de 2018. A inflação acumulada dos seis primeiros meses do ano corrente situou-se em 8,39%.

Dívida Pública 

A yield dos Eurobonds na maturidade 2025 reduziu 1,3 p.b. ao fi – xar-se em 6,441%, na última sessão. A aprovação do crédito adicional pelo Banco Mundial de 1,32 mil milhões na última terça-feira poderá ter contribuído para a redução da yield. Destaca-se que nas maturidades 2028 e 2048 o desempenho foi inverso.

Espaço Internacional EUA 

As vendas a retalho de produtos avançados registaram aumento mensal de 0,4% em Junho. O desempenho representa uma estagnação face aos dois meses anteriores, impulsionado pelo aumento nas vendas de veículos automóveis e outras variedades de bens, com efeitos sobre o crescimento económico.

China

O crescimento económico homólogo referente ao IIº trimestre do ano corrente situou-se em 6,2%. O desempenho representa uma desaceleração de 0,2 p.p. face ao período anterior, tal como o menor nível desde 1992. As tensões comerciais com os EUA continuam a influenciar o crescimento do país, com impactos sobre o crescimento da economia mundial.

Japão 

O saldo da balança comercial recuou 19% em termos homólogos ao situar-se em 589,46 mil milhões JPY. O desempenho refl ecte a redução das exportações em 6,7% que compara com uma menor queda nas importações de 5,2%, com efeitos sobre o crescimento da economia japonesa.

África do Sul 

As vendas ao retalho registaram crescimento homólogo de 2,2% em Junho. A variação representa uma desaceleração mensal de 0,5 p.p. e poderá refl ectir a redução nas vendas de bens farmacêuticos, cosméticos e têxteis, com efeitos sobre crescimento da economia.

error: Content is protected !!