Há mais homens a “apanhar” em casa na Huíla

Vinte e nove casos de violência contra homens constam entre as 312 ocorrências registadas no seio doméstico pela Direcção Provincial da Huíla da Acção Social, Família e Igualdade do Género no 1º semestre deste ano, noticiou esta Segunda-feira a ANGOP.

No total, são mais cinco ocorrências em relação a igual período anterior e o município do Lubango lidera com 21 casos, entre os quais de violência física, patrimonial e psicológica.

O chefe do Departamento da Família e Igualdade de Género, Estêvão Baptista Chamuene, revelou hoje, Segunda-feira, à Angop, no Lubango, que se tem registado o aumento de denúncias feitas por homens vítimas de violência.

O responsável aconselhou a sociedade a pautar pelo diálogo, como principal caminho para o entendimento nas famílias e solução dos problemas.

error: Content is protected !!