Angola pela primeira vez em mundial com atleta da NBA

Angola participará pela primeira vez num Campeonato do Mundo de Basquetebol com atleta que evolui na NBA, Bruno Fernando, do Atlanta Hawks (EUA), integrado na convocatória da selecção nacional, divulgada segunda-feira, em Luanda.

O poste de 2,08 metros, formado no 1º de Agosto, mas que se fez jogador pelas universidades americanas, já alinhou nos Jogos de Verão de Las Vegas (Summer League) pelo seu novo clube, após assinatura este mês de Julho de um contrato para três anos.

No mundial, a disputar-se de 31 de Agosto a 15 de Setembro, na cidade de Foshan (China), Angola contará ainda com outra referência que milita na terra da maior liga da modalidade, Sílvio Sousa, do Kansas University.

Ao nível doméstico, o campeão nacional Petro de Luanda com sete atletas, de uma lista de 17, é a equipa com mais integrantes, enquanto o vice-campeão 1º de Agosto colocou apenas dois: Eduardo Mingas e Mohamed Malick.

A convocatória será apresentada pelo técnico nacional, Will Voigt, às 11 horas de quarta-feira, na sala de conferências da Federação Angolana de Basquetebol, no complexo da Cidadela Desportiva.

Lista completa: Carlos Morais, Benvindo Quimbamba, Hermenegildo Mbunga, José António, Leonel Paulo, Gerson Gonçalves e Olímpio Cipriano (Petro de Luanda), Eduardo Mingas, Mohamed Malick (1º de Agosto), Jaques Conceição (Sport Lisboa e Benfica), Gerson Domingos (Interclube), Reggie Moore (ASA), Jone Pedro (Galitos de Portugal), Bruno Fernando (Atlanta Hawks), Sílvio Sousa (Kansas University), Yanick Moreira e Júlio Assis (na lista não vem descrito os clubes).

A selecção nacional (39.ª do ranking mundial e terceira melhor de África) estreia-se no dia 31 de Agosto com a formação mais credenciada do grupo D, a Sérvia (4.ª no ranking mundial e 3.ª na Europa).

Segue-se o desafio com a Itália (13.ª do mundo e 9.ª da Europa) e encerra a fase de grupos dia 4 de Setembro com as Filipinas (31.º lugar mundial e 4.ª na sua região).

Angola, 11 vezes campeã de África, obteve a sua melhora classificação num campeonato do mundo em 2006, no Japão, em que ocupou a 10.ª posição.

error: Content is protected !!