Receitas petrolíferas arrecadadas em Junho fixaram-se em 442,43 mil milhões de Kwanzas

O montante arrecadado representa um aumento de 48% face ao período homólogo, reflexo do incremento em 19% das receitas da concessionária, o que poderá viabilizar a execução do OGE.

Mercado Monetário

A base monetária em moeda nacional registou aumento homólogo de 10% em Junho. O desempenho do indicador poderá reflectir a estratégia de moderação da política monetária do BNA, com efeitos sobre a liquidez disponível e nos níveis de preços na economia. •As Reservas Internacionais Líquidas fixaram-se em 10,24 mil milhões USD, em Junho. O nível representa redução de 4% ao longo do Iº semestre de 2019, abaixo da redução de 20% no período anterior, reflexo da necessidade de maior gestão das reservas, com impactos sobre a depreciação cambial.

Mercado Cambial

O montante de divisas vendidas no Iº semestre de 2019 reduziu 34% face ao mesmo período de 2018. A quantidade disponibilizada pelo BNA fixou-se em 3.806,52 milhões EUR, reflexo de uma gestão mais cautelosa das reservas internacionais, com efeitos sobre a depreciação da moeda.

Espaço Internacional

Mundo 

A taxa de crescimento da economia mundial deverá situar-se em 3,2% em 2019, segundo as projecções do FMI. As estimativas representam uma revisão em baixa de 0,1 p.p. face às projecções de Abril, reflexo das incertezas das tensões comerciais internacionais.

Zona Euro

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter inalteradas as principais taxas de juro de referência. As taxas de juro aplicáveis às “operações de refinanciamento” de “facilidade permanente de cedência de liquidez” e de “depósito” fixaram-se em 0,00%, 0,25% e −0,40%, respetivamente.

Canadá

As vendas a grosso registaram contracção mensal de 1,8% em Maio. A variação representa, fundamentalmente, o declínio nas vendas de veículos e peças, tal como, a maior queda desde Março de 2016, o que poderá condicionar as perspectivas de crescimento da economia.

África do Sul

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), em Junho, variou 4,5% em termos homólogos. O nível representa uma redução de 0,1 p.p. face ao mesmo período de 2018, numa altura em que o FMI reviu em baixa a perspectiva de crescimento económico para 2019, de 1,2% para 0,7%.

error: Content is protected !!