Quadros administrativos do Hospital Geral do Lobito detidos sob acusação de peculato

Estão detidos, desde ontem, 30 de Julho, o director-geral do Hospital Geral do Lobito, a directora clínica e o administrador da mesma unidade sanitária, acusados de crime de peculato. Hoje, os interrogatórios continuam, admitindo-se  que venham a ocorrer  mais detenções.

Zuleide de Carvalho

Na tarde de ontem, foram detidos o director-geral do Hospital Geral do Lobito, Luís Varandas, a directora clínica, Joana da Conceição e  o administrador da referida unidade de saúde, Américo dos Santos Mateus.

De acordo com o que OPAÍS conseguiu saber, de fonte hospitalar ,  há fortes probabilidades de  que o director dos Recursos Humanos seja o próximo a ser detido pelo Serviço de Investigação Criminal do Lobito.

Até ao momento, não se obtiveram depoimentos junto do titular provincial da saúde, António Cabinda, todavia, soube-se que, apenas hoje, Quarta-feira,   o Gabinete Provincial da Saúde terá recebido a  comunicação sobre  as detenções de ontem.

Do porta-voz provincial da Polícia Nacional, também não se colheram declarações.

Contudo,  a TV Zimbo contactou  o Ministério Público e ficou a promessa de serem passadas   informações possíveis,  em breve. “que não quebrem o segredo de justiça”.

 

error: Content is protected !!