As divisas “dos bancos”

O BNA bem que pode fazer os esclarecimentos e normativos que entender, para nós, meros clientes, faz tudo parte de um filme bem montado. Aliás, o filme corre há anos. Porque os bancos comerciais fazem o que bem entendem na questão dos dinheiros depositados em moedas estrangeiras pelos clientes. As reclamações já vieram até do mais alto magistrado na Nação, no caso o antigo Presidente da República, mas de nada adiantou. O esquema está montado de tal forma que os bancos têm o poder de fazer apenas o que lhes interessa. Foi assim e continua a ser assim. Os clientes continuam a ter uma montanha de dificuldades para levantar as suas poupanças. Houvesse mesmo vontade, a situação já teria sido invertida. Mas tudo isto deixa nuvens sombrias sobre quem queira investir em Angola, nacional ou estrangeiro, porque estamos numa economia dependente de importações e, infelizmente, o nosso Kwanza nada vale fora das nossas fronteiras. Quem virá com dinheiro a Angola sabendo que depois perde o acesso a ele? E, se um dia as pessoas voltarem a ter acesso livre ao seu dinheiro em moeda estrangeira, quem o irá depositar outra vez em Angola? Os bancos fazem o que querem, o banco central ou não tem o devido poder, nem o Governo, pelos vistos, ou a cada comunicado, o cidadão lesado recebe-o com tristeza e dor. Não é para comprar moeda, é para movimentar poupanças.

error: Content is protected !!