Acidentes de viação fazem 62 mortos em seis meses

Sessenta e dois mortos e 229 feridos constam nos registos das autoridades policiais do primeiro semestre do ano em curso, segundo o balanço da Polícia Nacional na província do Cuanza- Norte.

Dados apontam para um aumento de 15 mortos e 25 feridos, respectivamente, como resultado de 169 acidentes de viação, uma redução de 17 sinistros em relação ao primeiro semestre de 2018. Da lista consta 68 colisões entre veículos, 50 atropelamentos, 28 despistes e nove embates contra obstáculo fixo. De acordo com o balanço a que a Angop teve acesso, os acidentes causaram danos materiais estimados em mais de 98 milhões de Kwanzas. Mais de 52 milhões de Kwanzas é o valor das 2.885 multas aplicadas pela Polícia, por infracções ao código de estrada e, como consequência, foram apreendidos 57 veículos, 602 motorizadas, 811 cartas de condução e mais de 2 mil documentos de condução automóvel. No capítulo delituoso, as forças da ordem registaram 768 crimes, mais 70 em relação ao primeiro semestre de 2018, dos quais 611 foram esclarecidos, representando o alcance de uma operatividade policial na ordem dos 80 por cento.

No mesmo período, a Polícia deteve 625 indivíduos envolvidos em diversos crimes, nomeadamente 268 ofensas corporais, 206 furtos, 89 roubos, 50 tráficos de estupefaciente (liamba), 26 violações e 14 homicídios. Com 466 delitos, o município de Cazengo (sede da província) foi o mais delituoso do período em análise, seguido de Cambambe e Ambaca, ambos com 79 crimes registados.

error: Content is protected !!