Editorial: O crime da ignorância

Jornal OPaís edição n1558 de 07/08/2019

É pura maldade infectar dolosamente alguém com qualquer tipo de doença ou agente causador de doença. Acontece muito em Angola, embora as vítimas muitas vezes se coíbam de denunciar. Mais do que maldade, é crime. o último caso tornado público por este jornal envolve um magistrado judiciário jubilado. É o fi m. em primeiro lugar, o senhor infectado deverá ter informação mais do que sufi ciente de que, nos dias de hoje, alguém com vih positivo tem possibilidade médica de prolongar a vida de forma normal. É adulto e, como se diz, deveria ter mais responsabilidade e falar com a senhora com quem mantinha uma relação extra-conjugal. As pessoas seropositivas podem ter relações amorosas com outras, bastando que ambos estejam informados e tomem as devidas precauções para evitar a infecção. Mas sim, por muito estudo que se tenha e por mais adulto que se seja, a ignorância própria e de outros ainda fl oresce o preconceito, a escusa, e o alastrar da doença de forma criminosa

error: Content is protected !!