FAA avalia acção dos órgãos de auditoria e disciplina

Para redobrar e melhorar os níveis de organização dos seus efectivos, o I Corpo do Exército das Forças Armadas Angolanas (FAA) promove, desde ontem, Quarta-feira, a XI reunião metodológica dos órgãos de auditoria e disciplina militar

O evento terá duração de três dias e decorre sob o lema “A disciplina militar é a garantia da prontidão combativa das Forças Armadas”, servindo para a abordagem de matérias relacionadas com procedimentos para instauração de processo disciplinar nas FAA, a corrupção, nepotismo e a impunidade, além da apresentação do ante-projecto do Código Penal Militar. No acto de abertura da reunião, o vice-governador de Malanje para o sector político, económico e social, Domingos Eduardo, destacou a acção dos órgãos de disciplina militar no funcionamento das Forças Armadas.

“Temos consciência do imensurável papel que os órgãos de auditoria e disciplina militar desempenham, pois contribuem para a manutenção da prontidão combativa das tropas”, realçou. O responsável lembrou a reforma em curso no sector da justiça, cujos resultados contribuem para a consolidação de um Estado democrático e de direito, rumo à salvaguarda dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, apelando para a participação das Forças Armadas nas acções de solidariedade em apoio às vítimas da seca nas províncias do sul do país.

A reunião vai culminar com a apresentação dos relatórios das actividades desenvolvidas pelos comandos do 1º Corpo do Exército referentes ao período de Setembro de 2018 a Julho deste ano e avaliação do grau de cumprimento das recomendações saídas da sessão anterior. Nela participam oficiais superiores e subalternos, bem como chefes de repartições dos órgãos de auditoria e disciplina das FAA e está a ser orientada pelo presidente do Conselho Superior de Auditoria e Disciplina Militar do Estado- Maior General das FAA, tenente- general Carlos Moreira Bastos.

error: Content is protected !!