Angola e Cabo Verde põem fim à dupla tributação

Os acordos, rubricados pelos ministros das Finanças cabo-verdiano e angolano, Olavo Correia e Archer Mangueira, respectivamente, visam garantir a protecção recíproca de investimento e propiciar a livre circulação de bens e capitais. Segundo Olavo Correia, é pretensão do seu país cooperar com Angola no domínio da livre circulação de cidadãos e investimento seguro, garantindo assim melhores condições em matéria de tributação. Para o ministro angolano das Finanças, Archer Mangueira, os acordos assinados com Cabo Verde trazem enormes vantagens estratégicas para Angola, onde a eliminação da dupla tributação permitirá aumentar o investimento estrangeiro, com reflexos no crescimento da economia, transferências de conhecimento e competência, bem como na construção de infra-estruturas e aumento do emprego. Quanto à assistência administrativa mútua em matéria aduaneira e fiscal, o ministro referiu que o acordo vai promover a facilitação do comércio e possibilitar o combate de actos que constituem ilicitudes aduaneiras. Sexta-feira, segundo dia da visita, Olavo Correia manterá um novo encontro com o seu homólogo angolano, além de ser orador numa palestra sobre “Potencialidades de Investimento entre Cabo Verde e Angola”, com a participação do sector empresarial público e privado

error: Content is protected !!