Incêndio deflagra nas imediações do Parque da Quissama

Um incêndio de médias proporções deflagrou, nesta Quintafeira, numa zona adjacente ao parque Nacional da Quissama, município da Quiçama, em Luanda, segundo fonte do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB). Para a extinção do incêndio, que atingiu aproximadamente 15 hectares, os bombeiros envolveram homens e meios dos quartéis do Cabo Ledo, Barra do Kwanza, e do próprio parque da Quissama.

Em declarações ontem Sextafeira à Angop, o porta-voz do SNPCB, Faustino Minguês, disse que o fogo iniciou por volta das 13 horas e foi extinto quatro horas depois, tendo atingido o capim e a espécie hyphaebe guineensis (matebeira). Até ao momento não foram registadas morte de animais, mas os técnicos do Ministério do Ambiente prosseguem com as averiguações no local para saber ao certo os danos causados pelo incêndio.

Os bombeiros desconhecemse até o momento a origem do incêndio. Em Dezembro de 2017, cerca de 86 hectares do Parque Nacional da Quissama foram devastados pelas chamas que causaram também a perda de algumas espécies de animais rastejantes, destacando-se duas jibóias.

Homem detido por causar incêndio nos arredores da Kissama

Um homem acusado de, na tarde de Quinta-feira, ter causado o incêndio de médias proproções, numa área próxima do Parque Nacional da Kissama, foi detido pela Polícia Nacional, em Luanda. O oficial de informação do comando provincial da PN, inspector Euler Matari, disse que a detenção ocorreu ontem Sexta- feira. Euler Matari afirmou que o facto ocorreu quando o homem, depois de limpar uma determinada zona, decidiu fazer queimada e o fogo propagou- se para uma área de 15 hectares. As chamas atingiram a zona leste que limita o Parque, e o fogo só foi extinto quadro horas depois, envolvendo homens e meios dos quartéis do Cabo Ledo, Barra do Kwanza e do próprio parque da Kissama, dos bombeiros. Até ao momento, não foram registadas mortes de animais e os técnicos do Ministério do Ambiente trabalharam no local para averiguar ao certo os danos causados pelo incêndio. Em Dezembro de 2017, cerca de 86 hectares do Parque Nacional da Kissama foram devastados pelas chamas que causaram também a perda de algumas espécies de animais rastejantes

error: Content is protected !!