o editorial: CFL bom e mau ao mesmo tempo

Jornal OPaís edição n1561 de 10/08/2019

O Caminho de Ferro de Luanda (CFL) decidiu ontem (Sexta-feira) manter inalterados os preços dos bilhetes de comboios suburbanos de passageiros Bungo/Catete/Bungo, três dias depois de ter anunciado que ajustaria as tarifas. A tarifa base mantém-se, portanto, nos trinta Kwanzas. A notícia é boa para os utentes, de todas as classes, já que nem a primeira classe vê os preços ajustados, mas é má para o CFL e para o Governo, tratando-se de uma empresa pública. Tem de haver coragem e coerência, o toca e foge, ou o atirar para ver se cola não é digno de um Governo. Aliás, apesar de se enaltecer a sensibilidade do Governo aos clamores dos populares, os sucessivos recuos começam a indiciar um desconhecimento da realidade económica das famílias, por um lado, e um populismo instável. Sem sair em defesa do aumento dos preços, porém há que defender que o Governo deve decidir e avançar para o que é bom para o país estruturalmente, apesar das reclamações momentâneas.

error: Content is protected !!