Marcha contra o desemprego no Uíge a 23 e 24 deste mês

Activistas, estudantes e membros de outros sectores da sociedade civil preparam-se para marchar nos dias 23 e 24 no Uíge para manifestar o se desagrado contra o elevado índice de desemprego, a deficiente situação económica e social do país e contra o que dizem ser a falta de cumprimento de promessas feitas pelo Presidente João Lourenço durante a campanha eleitoral.

Os promotores afirmam que a iniciativa enquadra-se noutra maior que deve ser anunciada em breve, denominada Marcha Nacional.

Jorge Kisseque, um dos organizadores do protesto no Uíge, diz que mais de 200 pessoas foram mobilizadas e apela a todos que se sentem “lesados pela governação de João Lourenço” a participarem.

“Nós estamos contra as promessas que o camarada João Lourenço fez no seu manifesto eleitoral, sobre os 500 mil novos empregos, mas que até agora não vemos, só estamos a ver exonerações e nomeações, já se passaram dois ou três anos e nada de melhor”, dencuncia o activista.

A nota a comunicar a realização da marcha, de acordo com Kisseque, já foi entregue às autoridades.

A marcha terá como local de concentração as Bombas do Bairro Candome Velho e culminará no Largo do Governo Provincial.

Refira-se que as três últimas manifestações realizadas no Uíge nunca terminaram no Largo do Governo Provincial, com a polícia a bloquear a chegada dos participantes.

 

error: Content is protected !!