UNESProfessores do ensino especial com 200 vagas em Malanje

Duzentas vagas serão destinadas a professores do ensino especial para diminuir a insuficiência de especialistas desta área no concurso público da Educação deste ano em Malanje.

O sector da Educação na província controla apenas 300 crianças com necessidades educativas especiais que necessitam de professores especializados, estando prevista, para este ano, a abertura de um núcleo de ensino especial. Para o efeito, estão já disponíveis máquinas modernas de braille para atender os deficientes visuais. Conta também com apenas duas salas de aulas para atender alunos com necessidades especiais.

De acordo com a directora em exercício do Gabinete Provincial da Educação, Aides Aires, citada pela ANGOP, na abertura da formação sobre “Linguagem gestual angolana e braille”, a província conta com apenas 120 educadores  do ensino especial.

Relativamente à formação, a responsável disse que esta surge para capacitar os professores sobre as formas de cuidar e velar pelas crianças especiais. A formação sobre linguagem gestual angolana e braille terá a duração de cinco dias e nela serão abordados aspectos ligados ao acesso e participação das crianças e jovens com necessidades educativas especiais na escola, implementação, acompanhamento e execução da política educativa científica e pedagógica relativas às crianças, entre outros. Importa realçar que Bié, Zaire e Malanje fazem parte das três províncias que foram contempladas com 1000 vagas, cada, no Concurso Público da Educação a ser realizado este ano.

error: Content is protected !!