China vai retaliar caso Trump volte a aumentar taxas em Setembro

 

A China afirmou ontem que vai retaliar caso Washington avance com um aumento das taxas alfandegárias adicional de 10% sobre vários produtos chineses, a partir de Setembro, numa guerra comercial que ameaça a economia mundial o governo chinês disse que tomará as “contramedidas necessárias”, mas não deu detalhes. o presidente dos Estados unidos, donald Trump, anunciou, no início do mês, que vai impor taxas alfandegárias suplementares de 10% sobre um total de 300 mil milhões de dólares de importações oriundas da China, a partir de 01 de Setembro.

Com aquela decisão, as alfândegas norte-americanas passariam a cobrar taxas sobre todos os produtos oriundos da China, abalando ainda mais as cadeias de distribuição globais. o anúncio feito ontem pela China não refere a decisão de Trump de adiar as taxas sobre 60% daquele valor, até dezembro, visando prolongar as negociações. devido ao ‘superavit’ da China nas trocas comerciais com os EuA, o país asiático não pode retaliar com a subidas das taxas sobre produtos norte americanos.

error: Content is protected !!