Juiz decide Processo de Querela para ocupantes ilegais de apartamentos

O juiz do Tribunal Municipal de Viana decidiu que seja instruído um Processo de Querela para os 20 cidadãos acusados de arrombar e ocupar ilegalmente os apartamentos na Urbanização Vida Pacífica ao invés de Julgamento Sumário.

Em declarações hoje ( sexta-feira) à Angop, o porta-voz do comando de Luanda da Polícia Nacional, Hermenegildo de Brito, disse que enquanto decorrer o processo, os acusados continuam detidos no comando municipal de Viana. Hermenegildo de Brito adiantou que depois de serem ouvidos pelo juiz, este decidiu que os acusados devem passar por um processo de querela. Adiantou que o juiz remeteu o caso para uma nova instrução processual no sentido de averiguar melhor as provas.

Numa primeira instância, os detidos foram acusados de introdução em casa alheia, dano em edificação e usurpação. A actuação policial foi feita depois de uma denúncia, tendo sido constatados que os acusados danificaram as fechaduras e introduziram-se nos apartamentos de forma fraudulenta e dolosa. O facto ocorreu na madrugada desta quarta-feira, no distrito do Zango, município de Viana, em Luanda.

 

error: Content is protected !!