Kabuscorp: o grande ausente

O Kabuscorp do Palanca, clube com uma das “claques” mais ruídosas do Campeonato Nacional, é o grande ausente desta edição do Girabola. A formação do Palanca baixou para o provincial, segundo uma orientação da FIFA, por não ter resolvido, à horas, a dívida que tinha com o ex-craque brasileiro Rivaldo. Deste modo, a maior festa do desporto rei em Angola fica mais pobre nas bancadas, uma vez que os seus adeptos cantavam e dançavam nas bancadas do primeiro ao último minuto.

Nos jogos com o Petro de Luanda, um dos seus rivais, a animação começava logo de manhã no Palanca e culminava depois do apito final. O presidente de direcção do Kabuscorp do Palanca, Bento Kangamba, um homem do futebol, segundo alguns analistas, deixa saudades, porque as suas intervenções foram sempre polémicas.

error: Content is protected !!