rússia elogia milagre depois de avião fazer aterragem de emergência perto de Moscovo

Os russos comemoraram um milagre na Quinta-feira, quando um avião de passageiros transportando 233 pessoas fez uma aterragem de emergência num milharal, nos arredores de Moscovo, após atingir um bando de pássaros logo a seguir à descolagem. O Ministério da Saúde informou que 23 pessoas sofreram ferimentos, mas que ninguém morreu, quando o Ural Airlines Airbus 321 caiu num campo a Sudeste de Moscovo depois de atingir um bando de gaivotas, interrompendo o funcionamento dos seus motores. A televisão estatal disse que a manobra estava a ser apelidada de “milagre sobre Ramensk”, uma referência ao distrito de Moscovo onde o avião desceu, a mais de 1 Km do aeroporto internacional de Zhukovsky. A agência de notícias Interfax citou uma fonte dizendo que uma pessoa sofreu ferimentos graves.

 

O tablóide Komsomolskaya Pravda elogiou o piloto Damir Yusupov como um “herói”, dizendo que ele salvou 233 vidas, ao “ter magistralmente desembarcado de um avião sem o seu trem de aterragem e com um motor defeituoso num campo de milho”. Alguns fizeram comparações com o vôo 1549 da US Airways, que realizou uma aterragem no rio Hudson em 2009, depois de atingir um bando de gansos. Os motores foram desligados quando fez a aterragem de emergência e também não teve o seu trem de aterragem accionado, disse Elena Mikheyeva, porta-voz da autoridade de aviação civil da Rússia. Um passageiro anónimo entrevistado pela televisão estatal disse que o avião começou a tremer violentamente logo após a descolagem. “Cinco segundos depois, as luzes do lado direito do avião começaram a piscar e havia um cheiro a queimado. Então aterramos e todos fugiram”, disse ele. O avião deveria voar para Simferopol, na Crimeia, a península anexada pela Rússia em 2014.

error: Content is protected !!