Atentado ao pudor

Atentado ao pudor Caro director, obrigado pela oportunidade que me dá nesta edição. Há um grupo de miúdas que aparecem nas redes sociais a dançar nuas em festas de rua. Penso ser um atentado ao pudor e consta que a Polícia Nacional ainda não accionou qualquer mecanismo. Isso põe em causa a moral e a ética, por isso, gostaria que se agisse mais, uma vez que pretendemos moralizar a socidade. As jovens dançam sem vergonha e dizem que já têm um agente que as promove. As mais novas, em alguns bairros de Luanda, também já estão a copiar, porém, espero que a moda não pegue no país. Enquanto é cedo, as autoridades devem criar condições para acabar com este mal que só continua a ajudar na degradação dos valores morais em Angola.

Londa D. Anselmo; Cacuaco- Luanda

error: Content is protected !!