Hospital Pediátrico regista mais de 30 doentes renais

Trinta e sete doentes com insuficiência renal foram internados, no primeiro semestre de 2019, no Hospital Pediátrico David bernardino, em Luanda

Entre as 37 crianças doentes, 26 necessitaram de Terapia de Substituição Renal (TSR), sendo que as restantes faziam hemodiálise e diálise peritoneal no Hospital Josina Machel e na Clínica Girassol, respectivamente, segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

A governante recordou que durante o ano 2018 foram internados 46 doentes com o mesmo problema, dos quais 29 necessitaram de TSR, segundo a Angop. Sílvia Lutucuta, que falava durante a cerimónia de inauguração da nova unidade hospitalar, apontou a malária e as glomerulopatias como as principais causas de insuficiência renal aguda. Quanto a nova Unidade de Cuidados Intensivos e Hemodiálise, a ministra referiu que visa dar a autonomia à pediatria para responder a demanda dos doentes com insuficiência renal.

Segundo ela, a par da nova Unidade de Cuidados Intensivos e Himodiálise, também foi criada a primeira Enfermaria Pediátrica a nível nacional para hemodiálise. A enfermaria está equipada com três máquinas para diálise aos doentes com insuficiência renal aguda e um para diálise a doentes com insuficiência renal crónica. Afirmou que o surgimento dessas infra-estruturas resulta do investimento feito pelo Executivo angolano, que está preocupado com o crescimento do número de casos de insuficiência renal em crianças e sem condições adequadas. Unidade de Cuidados Intensivos e Hemodiálise Essa unidade, que foi totalmente remodelada, conta com 14 camas e equipamento de alta complexidade, para melhorar o atendimento de crianças internadas na pediatria, evitando a transferência para outras unidades.

Além do equipamento e das obras de melhoria que foram feitas, os profissionais das mais diversas categorias, que prestarão cuidados nos serviços de hemodiálise, foram igualmente alvo de acções de formação e capacitação para um atendimento humanizado e qualificado. O Hospital Pediátrico David Bernardino tem uma capacidade de 422 camas, distribuídas por três edifícios principais e quatro secundários.

É constituído por 10 serviços de internamento, dos quais destaca-se a Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos e Neonatal e Cuidados Intermédios 2, estes vocacionados para o atendimento dos doentes graves, críticos e com necessidade de monitorização continua

error: Content is protected !!