Executivo aposta na promoção do património linguístico

Para o efeito, está a promover uma consulta pública do Projecto de Lei sobre as Línguas Nacionais, com o objectivo de recolher contribuições antes de a submeter ao Conselho de Ministros e posteriormente ao Parlamento

O Secretário de Estado da Cultura, Aguinaldo Cristóvão, afirmou, em Luanda, que o Executivo Angolano está apostado na salvaguarda, valorização e protecção das línguas nacionais como património linguístico nacional. Para o efeito, está a promover uma consulta pública do Projecto de Lei sobre as Línguas Nacionais, com o objectivo de recolher contribuições antes de a submeter ao Conselho de Ministros e posteriormente à Assembleia Nacional.

A Proposta de Lei sobre as Línguas de Angola, com 21 artigos, prevê as medidas de promoção e difusão, protecção legal e evolução lexicológica, poder legislativo, poder executivo, entre outros aspectos. De acordo com Aguinaldo Cristóvão, pretende-se consolidar a identidade nacional e educação mediante a utilização das línguas nacionais, assim como um maior investimento e aposta de quadros formados nesta área.

Aguinaldo Cristovão apontou ainda o incentivo no estudo das línguas de Angola como forma de garantir a validação, além das questões legais e científicas e de valorização das línguas nacionais de Angola. São consideradas como línguas nacionais o Cokwe, Khoi, Kikongo, Kimbundu, Ngangela, Oxiwambo, Olunyaneka, Umbundu, Vátwa, Helelo, Luvale, Mbun

error: Content is protected !!