Angola e Comores preparam Comissão Mista

 

Angola e as Comores vão criar, antes de Dezembro deste ano, uma Comissão Mista, com vista a facilitar o intercâmbio entre os dois países, anunciou nesta quinta-feira, em Yokohama, Japão, o presidente comorense, Azali Assoumani

 

O Chefe de Estado comorense, que falava à imprensa no fi nal de um encontro com o Presidente João Lourenço, à margem dos trabalhos da sétima Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD7), disse que o seu país pretende beber da experiência de Angola, sobretudo na agricultura e nas pescas. Azali Assoumani enfatizou que as Comores têm potencialidades nos sectores da agricultura e das pescas, o que justifica o reforço da cooperação.

O presidente comorense agradeceu o apoio incondicional de Angola para que o país fosse integrado como membro de pleno direito da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC). Azali Assoumani manifestouse satisfeito com o encontro e afi rmou que aproveitou a ocasião para informar ao estadista angolano da realização em Dezembro próximo de uma conferência de doadores para apoiar as Comores. Segundo Azali Assoumani, que convidou João Lourenço a estar presente na conferência de doadores, o evento deverá ser apadrinhado pelo presidente francês, Emanuel Macron.

O país está situado no Oceano Índico e pretende ser um estado emergente até 2030. Em relação ao segundo dia de trabalhos da TICAD7, os especialistas africanos e japoneses trabalham na preparação dos documentos e na declaração fi nal, a ser apresentada na Sexta-feira. Na sequência, o Presidente João Lourenço recebeu no hotel Yokohama Bay o director regional do UNICEF para África do Oeste e Este, Mohamed Malick, que foi portador de uma mensagem da directora Executiva deste organismo das Nações Unidas.

O encontro serviu para avaliar o estado da cooperação entre o UNICEF e o Governo angolano, tendo Malick recordado que o organismo tem com Angola uma cooperação de longos anos, mas que há a necessidade de a revitalizar para o bem das populações, particularmente das crianças. O director regional disse ter abordado com o Chefe de Estado questões relacionadas com a necessidade dos líderes africanos prestarem maior atenção aos jovens, com a adopção de programas virados para a formação e inserção no mercado de trabalho.

Na terceira audiência, o estadista angolano recebeu o presidente da Marubeni, empresa japonesa responsável pela reabilitação e modernização de três unidades fabris de referência no país, nomeadamente SATEC (Cuanza Norte), Alassola (Benguela) e TextangII (Luanda). Masumi Kakinoki prometeu que, depois de ter participado na reabilitação e modernização com êxito das três fabricas de têxteis, investirá no sector industrial, de modo a contribuir para a diversifi ção da economia e geração de postos de trabalho. A última audiência foi concedida ao executivo da Vacine Alliance (GAVI), Seth Berkley, com quem falou sobre a actual situação de Angola no que à vacinação e imunização diz respeito. “Temos trabalhado com Angola, há muito tempo, em matéria de vacinação e queremos continuar a trabalhar no sentido de aumentar a cobertura”, disse.

error: Content is protected !!