Cidadãos poderão abrir conta bancária no telemóvel

laboratório de pagamento vai funcionar ainda este ano Por outro lado, Pedro da Silva adiantou que no inicio do ano, o conselho de administração do Banco Nacional de Angola aprovou a implementação de um laboratório de Inovação de Sistema de Pagamentos de Angola que está a ser instalado na Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto. O laboratório serve de um mecanismo que o banco central encontrou no sentido dos jovens contribuirem para o desenvolvimento do sistema financeiro. Referiu ainda que está em fase final a criação de uma incubadora dentro das várias Universidades para apoiar os projectos dos estudantes.

Segundo o responsável que falava á imprensa a margem da oitava conferência sobre Inclusão Financeira, as pessoas para terem acesso ao sistema financeiro já não vão precisar de se deslocar a um banco para efectuar a abertura de uma conta bancária, para tal avançou que as mesmas serão abertas atraves do número de telemovel que permitira o cidadão ter acesso a banca entre outros serviços.

Explicou ainda que o processo vai envolver as duas operadoras de telefonia móvel existentes no país Unitel e Movicel no sentido de ajudar no desenvolvimento da inclusão financeira em Angola que hoje ronda os 29% de acordo com as estatísticas do Banco Mundial. Tendo avançado que o banco central está a realizar um estudo para aprofundar ainda mais as estatísticas. “Ou seja, para aumentar a inclusão financeira não vai ser necessário abrir mais agências bancárias .

As empresas de telecomunicações devem se inserir o sistema financeiro e desta via contribuírem para a melhoria do sistema financeiro”, disse. Por isso, o BNA juntou na conferência países como o Quénia e Tanzânia com o intuito de obter experiências da realidade desses países. Adiantou que entre outras vantagens a inclusão financeira permite aos cidadãos terem acesso aos serviços do sistema bancário desde a concessão de crédito para iniciar um negócio entre outros benefícios. Segundo o responsável o dinheiro móvel é actualmente um método muito utilizado em vários países do mundo, pelo que espera-se que com a implementação do método no país Angola possa atingir mais de cinco mil milhões de contas abertas até 2022. Ainda de acordo com os dados do Banco Nacional de Angola (BNA), o dinheiro móvel já se faz sentir em Angola através de dois produtos, nomeadamente o BNIX com duas mil e duzentos e cinquenta contas já abertas E-KWANZA 84.155 contas abertas.

Laboratório de pagamento vai funcionar ainda este ano

Por outro lado, Pedro da Silva adiantou que no inicio do ano, o conselho de administração do Banco Nacional de Angola aprovou a implementação de um laboratório de Inovação de Sistema de Pagamentos de Angola que está a ser instalado na Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto.

O laboratório serve de um mecanismo que o banco central encontrou no sentido dos jovens contribuirem para o desenvolvimento do sistema financeiro. Referiu ainda que está em fase final a criação de uma incubadora dentro das várias Universidades para apoiar os projectos dos estudantes.

error: Content is protected !!