Angolano volta a salvar automobilistas na Alemanha

André Tiago Manuel protagonizou mais um acto de heroísmo ao salvar dois cidadãos ucranianos, de 33 e 46 anos de idade, que estavam encarcerados num camião, depois de aparatoso acidente de viação ocorrido na madrugada de Terça-feira, numa auto-estrada na cidade de Hannover, na Alemanha

O salvamento ocorreu cerca de três meses depois de Tiago Manuel ter salvo 67 pessoas, entre as quais, 65 crianças e dois professores, que corriam perigo de vida em consequência de um incêndio de um autocarro escolar na mesma auto-estrada.

Esta semana, o jovem interveio novamente num acidente para salvar vidas humanas. Saindo do seu local de trabalho para casa e, no lado oposto da auto-estrada em que seguia, de Dortmund para Hannover, viu um caminhão capotado com os ocupantes entalados.

Tiago saltou o separador da estrada, empunhando o extintor da sua viatura, partiu os vidros do camião, retirando de lá com vida a cidadã ucraniana de 33 anos e o seu compatriota de 46 anos que estava ao volante. Da operação, o angolano saiu com ferimentos nos braços, resultantes dos movimentos que fez para conseguir libertá-los da viatura. “Eles batiam na viatura tentando soltar-se mas não conseguiam.

O esforço que fiz para afastar os ferros fez-me cortas nos braços, mas insisti para salvá-los, pois, não sabíamos o que aconteceria a seguir”, disse. Quando os bombeiros e a Polícia chegaram ao local do sinistro, Tiago já tinha retirado as duas vítimas da viatura e colocado-os num local seguro à espera de cuidados médicos.

Homenagem

Tiago, nascido no Maculusso, em Luanda, já teve reconhecimento do corpo de bombeiros que não ficou indiferente à prestação do jovem angolano, chegando, inclusive, a oferecer um convite para que o mesmo integrasse o quadro dos seus efectivos.

O agora “herói” na Alemanha, onde vive há mais de 25 anos e trabalha como despachante numa empresa de serviço expresso, declinou o convite realçando que está feliz com o seu emprego. “Sou um dos melhores trabalhadores da minha firma, o meu chefe ajudou-me nos momentos mais difíceis desde que cheguei aqui… Estou contente aqui e não vejo razões para mudar”, disse o jovem a OPAÍS. Questionado sobre como se sente ao protagonizar estes dois factos, Tiago respondeu que acidentes na estrada hão-de acontecer sempre e tratando-se de uma auto-estrada em que os carros transitam com grande velocidade, a probabilidade é maior.

Diz acreditar que muitos condutores fariam o mesmo por ele caso se encontrasse na mesma situação, reiterando que o objectivo nunca foi conseguir qualquer protagonismo ou recompensa.

Reconhecimento na imprensa

O acto do jovem angolano não passou despercebido para a imprensa daquele país europeu, que, tão logo se apercebeu, fez-se presente no terreno. Ele acabou sendo destaque em diversas cadeias televisivas, rádios e capas de jornais de circulação diária depois de a Polícia o ter identificado como a mesma pessoa que salvou as 65 crianças e dois professores em Junho.

“Quero entregar o prémio herói ao Presidente”

André Tiago contou que já mandou traduzir de alemão para português o certificado de herói que recebeu do Governo de Herten e pretende oferecê-lo ao Presidente da República, João Lourenço, por se tratar da figura que representa todos os angolanos. Contou que depois da homenagem na erich-Klausener- Schule, agendada para amanhã, virá a Angola para alguns dias de férias. Pretende reencontrar a família e os amigos, ocasião em que espera ser recebido em audiência por João Lourenço. “Quero entregar o prémio como símbolo de respeito porque ele é o pai da nação e tem que saber que há angolanos lá fora que estão a contribuir para que o nosso país tenha uma imagem positiva. Já fiz a solicitação ao Presidente através de um familiar em Angola e estamos a aguardar pela resposta”, disse.

error: Content is protected !!