UA enaltece mediação de Angola no acordo Rwanda – Uganda

Os esforços envidados pelo Presidente da República João Lourenço, que conduziram à recente assinatura, em Luanda, do Memorando de Entendimentos entre o Rwanda e o Uganda, para o fim da crise política entre ambos, foram destacados num comunicado de imprensa emitido pelo Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA).

De acordo com o documento, o CPS acolheu com satisfação as informações sobre o acordo prestadas pela delegação angolana à 871ª Sessão do CPS, a 22 de Agosto, em Addis-Abeba (Etiópia). Em nota, o Serviço de Imprensa da Representação Permanentede Angola junto da UA refere que o órgão da União Africana elogiou os esforços de facilitação do Presidente João Lourenço, coadjuvado pelo seu homólogo do Congo Democrático, Félix Tshisekedi.

“O Conselho enalteceu a assinatura, em Luanda, do Memorando de Entendimento, aos 21 de Agosto de 2019, entre as repúblicas do Rwanda e do Uganda, visando a melhoria das relações bilaterais entre os dois países irmãos e felicitou os presidentes Paul Kagame e Yoweri Museveni, respectivamente, pelo alcance de uma solução amigável para as suas diferenças”.

O grupo dos 15 Estados Membros do CPS incentivou os dois píses a honrarem e cumprirem, fielmente, todos os compromissos assumidos no Memorando de Entendimento assinado. Após à assinatura do acordo, o estadista angolano afirmou que ao terem tido a coragem e o pragmatismo de concordar com o texto proposto e negociado, Paul Kagame e Yoweri Museveni, davam “um grande exemplo” de como em África todas as diferenças, receios, disputas e conflitos devem ser resolvidos pela via do diálogo.

Por seu turno, Kagame e Museveni manifestaram o interesse de intensificar a cooperação para pacificação e normalização das relações bilaterais.

error: Content is protected !!