O editorial :Maus e bem pagos

Os gabinetes de comunicação de instituições públicas, fez-se um grande alarido na altura, passaram a ser conduzidos por pessoas formadas, devidamente treinadas, etc. Uma prova do quão mal vai a formação neste país. Pelo menos para muitos dos gabinetes de instituições do Estado. Comunicam mal e acabam por prejudicar a imagem quer das instituições, quer dos seus chefes. Absolutamente sombrio o panorama neste campo, fruto, obviamente, da incompetência generalizada, institucionalizada e recompensada. OPAÍS, foi tocado por esta espécie de peçonha esta semana, vendo rotulada como sendo falsa uma informação por si veiculada e suportada por uma gravação. O comunicado do Ministério das Obras Públicas acabou por colocar o seu ministro no sentido contrário ao da verdade. Era escusado um desfile tão pomposo da ineptidão tentando manchar quem faz bem o seu trabalho.

error: Content is protected !!