Angola exibe Programa Espacial Nacional no Fórum Mundial na Hungria

Angola cumpre hoje, 10 de Setembro, o seu dia no Fórum Mundial das Telecomunicações que decorre de ontem até 12 de Setembro em Budapeste, Hungria.

Inovação, infra-estruturas e investimento são os pilares que guiam esta exposição mundial que decorre naquele país europeu onde Angola esta presente com um pavilhão integrado por 14 empresas do sector das telecomunicações, maioritariamente privadas e três startups, empreendedores inovadores.

O programa espacial nacio- Ao falar com empresários numa jornada de campo de dois dias que desenvolveu na província do Cuanza-Sul, sublinhou que as mulheres devem perder o receio de recorrer ao crédito bancário, pois a vida empresarial assim o exige. Lembrou que o Executivo disponibilizou ao sector privado mil milhões de dólares da linha de crédito do Eximbank.

Isaac dos Anjos referiu que os oito bancos que estão a trabalhar com o Programa de Apoio ao Crédito (PAC) têm disponíveis 150 milhões de dólares para os empresários. Informou também estarem disponíveis 300 milhões de dólares da linha de crédito do Banco Africano de Desenvolvimento para o sector privado.

Apelou aos empresários a nal, a rede de cabos de fibra óptica, a formação no sector e os cabos submarinos de Angola (SACS, WCS, MONET, SAT-3, WASC/SAFE) dominam as propostas que Angola apresenta ao mundo neste fórum.

Segundo uma fonte da delegação angolana no evento, há vários países africanos (encravados) e asiáticos que estão a solicitar conexão com os cabos submarinos angolanos para nemelhorarem as suas comunicações, razão pela qual o ministro angolano das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, tem recebido solicitações de encontros por parte de responsáveis de outras delegações participantes.

José Carvalho da Rocha recebeu o responsável da Líquid econet (associação africana de Internet), o secretário executivo da Smart African, os representantes da Huawei no fórum e um grupo de empresários checos que lhe piscam o olho para investir em Angola no sector das Telecomunicações e das TIC.

O destaque do dia de Angola é a visita do secretário-geral da UIT (União Internacional das Telecomunicações) Houlin Zhao, que tem prevista a permanência por uma hora no pavilhão de Angola no “Spotlight Angola Day“, onde vai discursar e tratar da transformação digital e dos investimentos no sector das telecomunicações.

 

error: Content is protected !!