O editorial:Mal na fotografia

Cyril Ramaphosa, Presidente da África do Sul, acusado de ter também atirado gasolina no fogo que agora está difícil de apagar, o da violência xenófoba, resolveu cancelar o seu discurso na abertura da Assembleia geral das Nações unidas, em Nova Iorque. Fez bem para evitar deparar-se com uma série de protestos, inclusive de colegas seus, mas sobretudo de organizações de defesa dos direitos humanos; fez bem também porque pode fi car em casa a lidar com o problema que mancha a imagem do país. Mas fez mal porque assim é como esconder- se e fugir das “balas”, além de que fi camos sem lhe ouvir uma explicação para o discurso que culpava imigrantes da falta de emprego para os sulafricanos. que ao menos tenha autoridade para estancar o mal. E, já agora, memória também.

error: Content is protected !!