Generalidades em Setembro

Está na hora de se puxar um bocadinho só mais pela imaginação e inovar um pouco. Há dezenas de anos que em Setembro se organizam palestras e seminários sobre “a vida e obra” de Agostinho Neto, primeiro Presidente da Angola independente. Vida e obra para cá, vida e obra para lá e não se passa disso. Como qualquer pessoa, julgo que Agostinho Neto é muito mais do que esta “generalidade”, é hora de os que dizem que o estudam mostrarem o que andam a fazer. E alguns até ganhando algum dinheiro. Neto não tem particularidades? Ninguém, de entre os que o estudam, chegou lá? É estranho! Se é para divulgar a sua vida e obra, interessaria mais conferências e apresentações mais “repartidas”. De que alimentos ele mais gostava? Além de médico, era um “bom doente”? Em que período do dia preferia escrever? As suas decisões políticas eram tomadas depois de ouvir alguém? Quem ele mais ouvia? Gostava de contar ou ouvir piadas? Que músicas mais ouvia? Estas e centenas de outras questões, se respondidas com base em estudos e teses podem ajudar muito mais no conhecimento de Agostinho Neto do que as habituais (desculpem, mas já enfadonhas) palestras gerais sobre a “vida e obra de Neto”. Sempre o mesmo título. E depois os mais velhos dizem que os jovens nada sabem, que não querem aprender, pudera, né? É hora de valorizar Agostinho Neto também nos detalhes, é o que a juventude quer, um ser humano, importante, mas um ser humano, não apenas uma construção política.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!